Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos site. Ao visitar nosso portal, você concorda com esse monitoramento e com nossa Política de Privacidade.
Colunistas

  • Geral - Publicada em 30/11/2021

COP 26: O papel essencial das hidrelétricas para atenuar as mudanças climáticas

Leia também:

Livros infantis gratuitos para ler com as crianças na quarentena

Saiba como manter uma alimentação mais saudável no inverno

Ministro Luiz Fux é eleito presidente do STF



Por: Caio Gottlieb
30/11/2021

As hidrelétricas são essenciais para atingir as metas globais de enfrentamento das mudanças climáticas sintetizadas no Acordo de Paris, que pretende limitar o aumento da temperatura do planeta a 2º C neste século, mas preferencialmente a 1,5º C. A questão ficou evidente nos debates que contaram com a participação da Itaipu Binacional durante a COP 26, em Glasgow (Escócia, de 1 a 12 de novembro).

O assunto foi tema central do evento “Desenvolvimento de energia hidrelétrica: fornecimento de energia renovável e ambientalmente correta, garantindo a disponibilidade de água em longo prazo e prevenindo desastres naturais relacionados à água”, organizado pelo governo do Tadjiquistão e que contou com a participação de especialistas da Associação Internacional de Hidroeletricidade (IHA), Agência Internacional de Energia (IEA), Agência Internacional de Energias Renováveis (Irena), Itaipu Binacional, Instituto Internacional de Gestão da Água e Painel de Alto Nível de Expertos e Líderes em Água e Desastres. (Leia mais…)
SOBRE O AUTOR - Caio Gottlieb é jornalista e publicitário. Pioneiro na comunicação no interior do Paraná, fundou uma das primeiras agências de publicidade do Oeste do Paraná. Formador de opinião, é um dos mais influentes comunicadores do Estado. Escreve para seu blog pessoal e mantém o programa de entrevistas Jogo Aberto na TV Tarobá, afiliada Bandeirantes, em Cascavel.




Comentários Comente essa notícia